1 de nov de 2009

Meditação Transcendental

A meditação transcendental cresce cada vez mais como opção de instrumento para promover o bem-estar de funcionários e aumentar a produtividade em empresas.

Foram-se os tempos em que, no mundo dos negócios, a principal exigência era o cumprimento das metas e prazos. Cada vez mais, em qualquer produtividade, de expectativas. Com isso, a pressão, que existe rigorosamente em todos os níveis hierárquicos de qualquer empresa, só faz crescer. E os índices de distúbios de saúde, advindos do estresse no trabalho, como crises nervosas, insônia, problemas cardíacos e gástricos, só para citar alguns exemplos, acompanham esse crescimento.
Paralelamente, de uns anos para cá, a preocupação com a qualidade e vida ganhou força e importância. A manutenção da alimentação saudável, por meio de dieta balanceada e da boa forma física, através de uma rotina de exercícios regulares, ganhou um contingente respeitável de adeptos e defensores. Atentas a essas novas tendências e necessidades, mutas companhias tem adotado programas que visam promover o bem-estar de seus funcionários, investindo principalmente em atividades físicas, culturais e recreativas. Como resultado, as empresas comemoram o melhor rendimento de seus empregados, fruto de um ambiee profissional livre de tensão excessiva.
Em um primeiro momento, a Meditação Transcendental - ou, ao menos, a idéia qe geralmente gazemo dela: um "bicho-grilo" sentado em posição de lótus, entoando um mantra de sons estranhos, rdeado por umnuvem de incenso- parece não combinar com os corredores austeros de uma empresa capitalista. Ledo engano. Um grande número de executivos de grandes companhias ao redor do mundo vem usando a MT, como é conhecida, como antídoto contra o estresse no trabalho.
A Metidação Transcendental foi desenvolvida pelo indiano Maharsishi Mahesh Yogi, no final da década de 1950. Acredita-se que seja baseada em ntigas trdições védicas. Com o passar do tempo, a técnica proposta por Maharishi se popularizou e arrebanhou até discípulos famosos, como os Beatles.
Na verdade, a MT não demanda nenhum esforço, tampouco requer que o meditante emita um som ou adote uma postura estranha. Pode ser feita em qualquer lugar, bastando, para isso, que a pessoa feche os olhos.
Finalmente, apesar da origem indiana, a MT não está vinculada a uma religião ou estilo de vida. Ou seja, pode realmente ser praticada por qualquer pessoa.

Fonte: Alternativa Zen, por Daniel John Furuno

Nenhum comentário: