8 de ago de 2008

Como tratar as alergias com a Medicina Tradicional Chinesa

As alergias ocorrem quando nosso sistema imunológico identifica erroneamente uma substância normalmente inofensiva como uma ameaça ao corpo. Os alérgenos comuns (em inglês) são os alimentos, pólen, descamação da pele animal, fungos, veneno de insetos, medicamentos e ácaros. Há uma reação inflamatória quando o corpo tenta eliminar a substância do sistema, resultando em uma série de sintomas. A seguir, é descrito um tratamento da Medicina Tradicional Chinesa para as alergias a pólen, ou febre do feno.
Causas das alergias
Vários padrões chineses de desarmonia podem estar envolvidos nos casos de alergias. Entretanto, em todos os casos, o vento faz parte do diagnóstico, geralmente, combinando-se a outra influência patogênica no vento-umidade, vento-frio ou vento-calor. Típicos dos padrões que envolvem o vento, os sintomas da alergia normalmente ocorrem sem aviso prévio. Nas alergias sazonais, como a febre do feno, o diagnóstico mais comum é o vento e a umidade. Essa combinação provoca um ataque repentino de sintomas:
espirros, coceira nos olhos e na garganta, sensação de peso na cabeça e excesso de muco.
Tratamento com ervas
A estratégia do tratamento é repelir o vento com as ervas que se dispersam na natureza, como a
gatária japonesa (Schizonepeta tenuifolia, jing jie) e a Siler divaricata (fang feng). As ervas que drenam a umidade também são empregadas na desobstrução das vias aéreas e dos seios da face. As principais ervas para esse fim são Angelica dahurica (bai zhi), botões da flor da magnólia (xin yi hua) e Xanthium sibiricum (cang er zi). Essa combinação é conhecida como decocção de xanthium. Um medicamento adequado, vendido sem receita médica, é o Bi Yan Pian (em inglês).
Normalmente, uma fraqueza subjacente, em geral uma deficiência de qi do
pulmão e do baço, deixa a pessoa com alergia suscetível a reações alérgicas. O qi do pulmão é responsável pelo funcionamento correto de todo o trato respiratório, incluindo as vias aéreas. O qi do baço controla o transporte dos líquidos. Quando ele está enfraquecido, debilitando o funcionamento digestivo , pode levar a uma produção excessiva de muco, que tende a se acumular nos pulmões. Essa fraqueza do qi é tratada com ervas tonificantes que fortalecem o funcionamento do baço e do pulmão, como Codonopsis (dang shen), Atractylodes (bai zhu), Poria (fu ling) e licorice preparado (zhi gan cao).
Um medicamento apropriado, vendido livremente, para esse tipo de deficiência é o
Six Gentlemen Teapills (em inglês). Essa fórmula também contém Pinellia (ban xia) e casca de cítricos velhos (chen pi), que aprimoram a capacidade da fórmula base de eliminar o muco e a umidade. Um especialista da Medicina Tradicional Chinesa pode personalizar a fórmula para atender as necessidades individuais do paciente. Por exemplo, é possível acrescentar flores de crisântemo (jua hua) e sementes de cássia (jue ming zi), para aliviar a coceira nos olhos, e jujuba (da zao), para melhorar a ação antialérgica da fórmula.
Tratamento com dieta
A dieta exerce um papel importante no controle das alergias sazonais. Doces,
laticínios e alimentos frios tendem a aumentar a formação de muco, com o sorvete e o iogurte no topo da lista dos alimentos que devem ser evitados durante a estação da alergia. Quando o muco excessivo se acumula no sistema, os alérgenos estimulam uma reação alérgica muito mais forte. Sopas, saladas (na estação quente), verduras e grãos cozidos são de fácil digestão. Quando a digestão é eficiente, a tendência de formação de muco é menor.
Tratamento com acupuntura
Os planos de tratamento para alergias são bem diversos e os possíveis resultados variam do alívio temporário à redução completa. Geralmente, com a acupuntura, o alívio dos sintomas da alergia é imediato. A manipulação dos pontos ao redor do nariz, como Yintang, Bitong e intestino grosso 20, geralmente, alivia a congestão nasal e os espirros logo que as agulhas são inseridas.
Recentemente, foi desenvolvido um sistema semelhante, porém mais sofisticado, de acupuntura para eliminação da alergia, em que o procedimento é feito enquanto a pessoa está exposta ao alérgeno. Criado pela dra. Devi Nambudripad, essa técnica é chamada de NAET (Nambudripad's Allergy Elimination Technique - Técnica de Eliminação de Alergia de Nambudripad). O paciente submete-se ao teste de alergia para identificar o alérgeno. As técnicas de acupressão e acupuntura são usadas para eliminar o alérgeno enquanto o paciente está exposto a ele. Esse tratamento reprograma o corpo para aceitar o alérgeno sem causar uma reação alérgica. Os efeitos são prolongados e a alergia praticamente eliminada.

SOBRE OS AUTORES DESTE ARTIGO: Bill Schoenbart pratica a MTC (medicina tradicional chinesa desde 1991, quando se tornou mestre em MTC. Ele é professor de teoria médica da MTC e herbalismo em uma faculdade de acupuntura na Califórnia e possui um consultório médico. Ellen Shefi é técnica em massagem e acupunturista licenciada e nutricionista registrada. Ela é membro da American Association of Acupuncture and Oriental Medicine (Associação Americana de Acupuntura e Medicina Oriental), da American Herb Association (Associação Americana de Ervas) e da Oregon Acupuncture Association (Associação de Acupuntura de Oregon).

Nenhum comentário: