10 de ago de 2008

Causas de doença segundo a Medicina Tradicional Chinesa

Existem outras causas de doenças que não se encaixam nas categorias das seis influências nocivas, nas sete emoções, em exercício ou nutrição. Predisposição à doença
Nós herdamos nosso qi pré-natal de nossos pais. Essa herança genética está fora de nosso controle e pode ser o fator determinante em vários distúrbios. Por exemplo, se ambos, o avô e o pai de um homem morreram de doença cardíaca por volta dos 40 anos, ele terá muito mais probabilidade de desenvolver doença cardíaca do que uma pessoa com um estilo de vida similar ao dele cujos ancestrais viveram até por volta dos 90 anos. Uma pessoa com uma constituição herdada fraca precisa manter um estilo de vida muito saudável para evitar doenças. Acidentes e ferimentos Essas causas de doença são auto-explicativas. Porém, uma pessoa com qi e
sangue fortes se recuperará dos ferimentos muito mais rapidamente do que uma pessoa com déficit nessas substâncias vitais. A Medicina Tradicional Chinesa é especialmente eficaz no tratamento de ferimentos de todos os tipos. Efeitos colaterais dos tratamentos médicos Isso é especialmente comum com a medicina ocidental, na qual a lista de possíveis efeitos colaterais de uma droga pode preencher duas páginas de texto. Um estudo recente descobriu que em alguns hospitais, até 30% dos pacientes em algum momento recebem tratamento para os efeitos colaterais das drogas que ingerem. O medicamento herbário pode ser muito útil na redução de vários desses efeitos colaterais. Nos hospitais chineses, por exemplo, é uma rotina pacientes com câncer receberem prescrições de ervas para ajudar a compensar os efeitos colaterais da quimioterapia.
Ainda que o medicamento herbário seja excepcionalmente seguro, os efeitos colaterais podem ocorrer, apesar de raramente sérios. Por exemplo, muitas ervas são difíceis de serem digeridas e podem causar fezes diarréicas. Um herborista leva isso em consideração ao preparar uma fórmula para um paciente, acrescentando ervas específicas para compensar esses efeitos colaterais. Por outro lado, se as ervas forem prescritas de maneira inadequada, os efeitos colaterais podem ser mais severos. Por exemplo, uma pessoa que sofre de hipertensão nunca deve tomar a efedra (ma huang), pois ela causa um aumento na pressão sangüínea. Por essa razão, os textos médicos tradicionais chineses também listam fórmulas que são usadas para compensar os efeitos de tratamentos inadequados.
SOBRE OS AUTORES DESTE ARTIGO:
Bill Schoenbart é licenciado em medicamentos herbários e acupuntura e tem M.A. em medicina chinesa. Ele é editor da The Way of Chinese Herbs (O Caminho das Ervas Chinesas) e Biomagnetic and Herbal Therapy (Terapia Biomagnética e Herbária).
Ellen Shefi é massagista licenciada, acupunturista licenciada e nutricionista registrada. Ela é membro da Associação Americana de Acupuntura e Medicina Oriental, da Associação Herbária Americana e da Associação de Acupuntura do Oregon.

Nenhum comentário: